CADASTRE-SE

Cadastre-se!

Assine nossos informativos cadastrando o seu e-mail.

Criando relacionamentos de profunda conexão

Esse texto está relacionado ao artigo: “Desafios dos tempos atuais: Relacionamentos”

Relacionamentos Superficiais, é a denominação de algo que é o oposto do que quero abordar aqui nesse artigo. Esses são simples, não requerem atenção especial, e o mundo está repleto deles.

Mas se estamos querendo criar relacionamentos de uma profunda conexão, a auto-observação, também precisará ser profunda.

Ao refletirmos sobre nosso comportamento diante dos desafios em Relacionamentos, caso nos identificamos com esse padrão de desistência, sendo por proteção, medo, cansaço ou falta de paciência, vergonha, pode ser que a conclusão que surja dessa reflexão seja:
Quero transformar esse padrão e escolher aprender mais sobre mim, e sobre como estabelecer melhores relacionamentos!

Se esse for o caso, o próximo passo é abrir espaço para observar o que aquela quebra na relação está querendo te mostrar, e ao invés de partir, decidir ficar! Ah que coragem!!!! Aplaudo!

Mas entenda, não estou propondo ficar em um relacionamento que te deixa infeliz, e sim, conversar com aquele amigo sobre a disposição mútua em encarar o que identificamos como feridas, que foram cutucadas à partir de alguma dinâmica que foi estabelecida em algum momento dentro da relação.
.
Uma ferida quando é reaberta, causa enorme desconforto, e pode ser que nossa reação a isso, seja querer fugir daquilo que foi nomeado o causador desse desconforto, ou até, alguém que viu uma vulnerabilidade sua, que estava escondida, o que pode trazer o sentimento de vergonha à tona.

Mas a pessoa, talvez inconscientemente até, pode ter sido um agente de despertar!
Algo em nós está sendo impeditivo, um bloqueio para o nosso desenvolvimento. E talvez, sozinhos não conseguíssemos perceber que em algum lugar existia essa trava. Sozinhos não iríamos percorrer aquela trilha, mas com esse amigo, fizemos esse trajeto, e lá estava aquela pedra!
Posso culpar o amigo e abandoná-lo lá no meio do caminho, e literalmente voltar para trás, para a estradinha já percorrida, já conhecida… Ou posso entender, que ele me ajudou a encontrar aquela pedra, e perguntá-lo se ele está disposto a me ajudar a dissolvê-la, ou removê-la, já que aquele bloqueio está impedindo minha visão do que existe além dela.

Toda essa percepção pode ser dolorosa, mas se quisermos, podemos encarar.
Convidar o outro a encarar também, e se ele disser sim, partirem juntos para essa missão de auto-descoberta.
Essa postura, pode te ajudar a conquistar uma nova versão de si mesmo, já consciente de uma vulnerabilidade e apto, capacitado à transformação.
Se a outra parte nesta relação, também se abriu para esse mergulho nas águas profundas da descoberta das vulnerabilidades dele, vocês dois inevitavelmente sairão dessa experiência com elos, vínculos, cumplicidades, e um nível de confiança que poderá transportar essa relação a um outro lugar, um lugar onde a percepção de que juntos podem ir mais longe. Um lugar de profunda conexão. Onde não mais, qualquer desafio poderá abalar suas estruturas.

Relacionamentos podem servir como essas pontes, que nos levam a um outro lado, a um outro patamar. Basta pararmos de ter preguiça de investirmos neles…

Lú Rodrigues
Post Author
Lú Rodrigues
Autora do Encontro Essencial. Espaço de Consciência em Alimentação, estilo de vida, bem-estar. Integrative Health Coach. Certified Nutrition Coach by David Wolfe Nutrition Certified in INN - Integrative Nutrition Health Coach Consult in plant-based food. Consultoria em Alimentação Consciente

Comentários no Facebook

Siga-nos!

Luciane Rodrigues - Alimentação Consciente - Espaço de Consciência em Alimentação, Estilo de Vida, health and life coaching, consultoria em alimentação plant based.

Join to Instagram